21 de dez de 2013

um 2014 inspirador! ♥

Não, eu não consegui tocar meus projetinhos de costura com presentes, comidinhas e muitos afazeres a providenciar com as festas de fim de ano por chegar. E por isso, desejo aqui a você, boas festas e um 2014 inspirador. Estarei de volta em janeiro e as minhas visitas a vocês continuam, sempre. Obrigada pelo carinho deixados aqui. Até 2014! ♥

9 de dez de 2013

o zíper dos sonhos

Outro dia, a Val comentou aqui que o zíper ou fecho éclair faz parte do último estágio da costura. Zíper, fecho éclair ou Reißverschluss (Aff!), como chamam os alemães, é difícil pra qualquer iniciante. Confesso que aprendi aqui, sozinha e estraguei muito zíper e tecido tentando. Até que um dia vi esses zíperes (lindos!) à venda, porém com um preço nada acessível. Me forcei a esquecer os zíperes encantadores e um dia desses, uma loja virtual, de onde compro muito do meu material passou a oferecer esse zíper dos sonhos, com preços mais em conta e com os quais se costura por fora e não por dentro, como explicar isso? 
Melhor mostrar, vai!

Até a corujinha ficou de olho, eu acho. É tão charmoso e tão fácil de costurar! Mas ainda acho que o método tradicional é o melhor de se aprender primeiro. Já encomendei várias cores, me apaixonei pela praticidade e pelo efeito que ele dá nas peças, não é mais só uma coisa de se fechar e abrir, deu uma graça aos estojinhos.

Bora costurar mais! ♥


P.S: Eu não sei por que mas o Blogger não me permite mais responder comentários...
Comprei esses nessa loja do portal de artesanato e materiais para Do-it-Yourself alemão DaWanda.

4 de dez de 2013

porta-cd maluco

Não dava mais, já tinha alguns DVD's riscados e um deles apareceu quebrado. Já faz tempo que o corte estava pronto na minha mesa e fiz porque minha filha estava me cobrando muito. Não era bem uma prioridade, tenho vários cortes na fila. Mas quando eu era criança e até já adulta mesmo, sempre cobrava minha mãe para fazer meus reparos de roupa e outras coisas e minha mãe, tadinha, cheia de trabalho, que vive até hoje da máquina de costura, sempre adiava. Fiz ao lembrar disso, já que eu não ganho a vida da amiga máquina de costura. E mesmo assim ganho muito costurando, eu acho.
Bolei esse projetinho maluco. Maluco porque tinha que abrigar 10 CD's e DVD's ao todo.

Ele é fechado com velcro, mas senti um vazio e preguei um botão pra decorar e satisfazer meus olhos.
Costurar viés ainda não é pra mim. Tenho usado bastante o viés em projetinhos caseiros, que não iriam jamais com esse acabamento para a lojinha. Preciso melhorar muito, mas só a prática traz isso.
Os DVD's são quase todos do Brasil, enviados gentilmente pela minha mãe para resgatar um pouco da língua portuguesa no dia-a-dia das crianças e são mandados sem caixa, para deixar o pacote mais leve e prático ao mandar pelo correio.

Dias depois de entregar pra ela, achei mais 2 CD's debaixo do estofado do sofá... :)

30 de nov de 2013

(meu?) calendário do advento

Eu só começo a pensar em Natal em dezembro, antes disso pra mim é pressa. Outubro então, como os shopping centers de SP fazem, já é desespero, talvez seja por isso que eu venda mal já que o tempo para engatar a lojinha pro fim de ano anda escasso.
Mas fiz meu primeiro calendário do advento, influenciada pelos pedidos das crianças e pelas freqüentes perguntas da sogra se já preparei ou não. Já que a cultura é empurrada e vamos lá, é bonitinho, pensei claro, em costurar uma árvore de natal em feltro com bolsos correspondentes a cada dia do calendário, mas ao passar por lojas diversas no dia-a-dia, vi a mesma árvore por preços de 6 euros a unidade!
Isso acaba com qualquer coração de artesão. Comprar uma pronta é mais barato que fazer uma com o coração.
De raiva, resolvi não pagar um centavo pelo meu calendário do advento e peguei tudo o que tinha:


A moldura foi pintada de preto há alguns anos para levar um pôster de um filme do 007 que ficava na minha sala, antes de eu rearranjar os móveis recentemente.
Ganchos ou prendedores decorados 
Barbante
Fitas ou fitas decoradas (washi tape) 
Papel craft
Adesivos ou carimbos numéricos

Os saquinhos de papel craft foram feitos da seguinte forma:
1 Dobrar ao meio de acordo com o espaço para pendurá-lo, trabalhei com 11 cm dobrado (pronto);
2 Dobrar as laterais em aproximadamente 1 cm;
3 Cortar as extremidades com tesoura zigue zague;
4 Colar as laterais;
5 Fechar e está pronto.

O barbante foi fixado no quadro naquele gancho que segura a imagem na moldura.



Ainda pretendia carimbar os dias mas descobri que meu joguinho de carimbos não inclui números, ele só tem o alfabeto e por isso, o meu calendário do advento não ficou 100% 'de graça', ou seja, de investimento zero, comprei então adesivos para marcar os dias nos saquinhos, mas ainda acho que economizei muito, uma vez que na mesma loja fui quase seduzida por saquinhos de papel craft prontos pra compra, fitas diversas de washi tape (visto que repeti as estampas das fitas decoradas nos saquinhos), entre outras coisas.




Para usar o que tinha, usei tanto ganchos com clipes como prendendores decorados, não tinha 24 unidades e então misturei mesmo.

Apesar das minhas crenças, acho muito importante permitir que eles sonhem.
É simples mas foi feito em casa e com o coração.
Os saquinhos serão recheados a cada dia, porque meu filho de 3 anos provavelmente vai comer as gostosuras dos próximos dias se elas estiverem lá.

19 de nov de 2013

almofada balinha

Toda vez que compro tecidos novos, a menina fica de cara feia porque faço algo pra loja ou até mesmo pra casa e não para ela de imediato com o novo tecido. Então, o jeito foi fazer uma pausa na produção das primeiras peças que irão para a minha lojinha e fazer algo para ela. 
Ao fuçar a minha caixa de pendências, achei três almofadas pedindo uma nova capa. Faz tempo que elas estão lá. Mas uma em especial com formato de rolinho tocou meu coração. Peguei ela sem pensar duas vezes para fazer mais uma almofada para a cama da minha filha, que não pode reclamar muito de conforto já que ela ganhou um monte de almofadas para sua cama nova há um tempo atrás.

Então, sem saber fazer como fechar uma capa para esta almofada, resolvi costurar uma capa simples,  de modo que ela se parecesse com uma bala, uma bala comprida, mas uma bala. Uma vez fiz um pacote de presente finalizado com um laço de renda, o que achei muito elegante e carinhoso. Tomara que seja mesmo, porque acabaram TODAS as minhas fitas de cetim, então o jeito foi fazer com essa renda aí mesmo.

Acho que consegui desfazer a cara feia. Pelo menos por um tempo. :)

23 de out de 2013

porta-passaporte + mini-férias

Não tenho me dedicado o suficiente pro meu querido hobby, mas acho que tudo tem um momento. Prefiro não forçar nada. Minha cabeça está a mil e não quero que o prazer se torne culpa. Tenho me ocupado na máquina de costura apenas de reparos e pequenos projetinhos pessoais e algumas necessidades, que bem que poderiam ser mais freqüentes (culpa chegando), mas as coisas acontecem quando têm que acontecer. A vida é feita de ciclos e amadurecimentos.
Mais uma vez pensando na breve viagem que farei com a minha família, fiz este pequeno clássico (também podemos chamá-lo de clássico :) para proteger os passaportes dos pequenos. Percebi que de um tempo para cá, tenho feito tudo em dobro já que o menino já está grande o suficiente para também pedir coisas pra ele e ficar chateado se não faço pra ele também.

Espero que o tempinho offline me ajude a recuperar a inspiração para fazer projetinhos não tão simples como esse e mais desafiadores, quem sabe até, engatar o pequeno negócio criativo de novo. 

Estarei em novembro de novo por aqui. ♥

11 de out de 2013

porta-coisinhas de criança





Eu demoro pra voltar, mas volto. Obrigada a todos os comentários e palavras amigas que me incentivaram a fazer não apenas esse projetinho, mas também a me dedicar a outros. O momento é confuso, quero muito costurar mas estamos nos organizando pra uma viagem no fim do mês e como vamos de carro e será um trajeto longo, providenciei um porta-coisas para ser fixado na parte detrás dos bancos dianteiros do carro, de modo que fique fácil para as crianças apanharem algo na estrada, bem em frente a elas. Um clássico de Pinterest e outros blogs por aí. Faz muito tempo que quero fazê-lo, mas este é o melhor momento para fazer esse porta-coisinhas.





Apesar de eu enxergar ainda tortinhos e pontinhos feios, fiapinhos... tá bom. Atendeu a minha necessidade e como o menino já pede também, foi feita uma versão para ele. Eu não tinha azul, verde e outras cores clássicas masculinas. Só tinha aquele tecidinho do coração, de onde peguei alguns retalhos para decorar os bolsos do simples porta-coisinhas preto dele. O mesmo tecido, já foi usado em um álbum e em uma maleta para desenho antes. Até quero muito comprar mais tecidinhos do coração, mas é que ando meio apertada, dura e na pindaíba, porque prefiro voltar da viagem pra depois investir de novo tempo e dindin no meu pequeno negócio criativo. Não por isso vou deixar de fazer só porque não tenho O tecido azul!

Mas o problema é que meu carro é pequeno e mal pude fotografar. Ficou mais ou menos assim:

O importante é que ele é funcional e no carro do marido (maior e mais confortável) vai ser muito prático pra viagem. 

4 de out de 2013

saquinhos de dormir

O outono chegou por aqui. Uma estação deliciosa. Mas com ele, chegam o novo ano escolar, uma nova rotina, uma nova temperatura e com ela, gripes e resfriados dos filhos. Tudo isso combinado a novos planos me afastaram recentemente da blogosfera. Meu cantinho criativo estava ali o tempo todo, me chamando. Mas já percebi que quando faço as coisas sem amor, dá tudo errado. A costura sai feia, o tecido não é suficiente, o corte fica errado.


Também fui pega pela energia negativa de uma crítica. O aniversário do meu filho foi há quase dois meses e uma pessoa que sempre me deu o maior apoio no meu 'trabalhinho' criticou o meu empenho em compor uma festinha tão decorada para uma criança que completava apenas 3 anos e não tinha noção daquilo tudo, diferente do aniversário da minha filha, que é mais velha. Para o ponto de vista dessa pessoa, aquilo tudo se tornava desnecessário, já que o menino é tão pequeno e só queria brincar e talvez comer um pedaço de bolo.


A crítica ainda não foi engolida, absorvida, processada. Me derrubou e fiz algo simples mesmo, nem dividi por aqui. Tudo o que criei pra festinha se tornou automaticamente descartável. Olhei para as minhas coisinhas e fiz esses saquinhos para aquecer as minhas 'netas'. Já tinha até feito antes, mas como minha filha tinha bonecas passando frio, como ela mesmo disse, precisei providenciar mais. E aos poucos volto às costurices, os pontos ficaram meio imperfeitos, viés dobrado, avesso vergonhoso pra quem ama costurar. É impressionante como a energia da gente reflete em tudo. Espero que o bichinho da arte me pegue de novo.















18 de set de 2013

álbum da vida

Sou lixeira, todo mundo sabe disso. Acho que tudo pode ser usado. A filha tem muita coisa pra brincar de escola e se empolgou rabiscando alguns mini fichários que temos aqui. Cresceu, percebeu o que fez e queria jogar fora. Peguei pra mim e guardei por uns 6 meses. Chegou a minha vez de brincar com ele.

Peguei aquele tecidinho amigo que usei pra maletinha de desenho como presente de aniversário de uma menina.

Selecionei as imagens preferidas.

Tive mãozinhas intrusas que não me ajudaram nada... :)

Está pronto pra ser usado. Para receber fotos, pequenos trechos de livros queridos, escrever planos, coisas bonitas e também desabafos. Uma timeline palpável, pra dizer assim. 

Onde me inspirei? Não foi em blog nenhum, foi do filme Up! (lindo!):


Ela tinha um álbum (veja no vídeo aos 3:44) chamado 'Meu livro de aventuras' (suponho que seja esse o nome em português) desde criança para registrar todas as aventuras que gostaria de viver. Pixar e seus filmes 'para crianças'...