31 de jan de 2013

18° Desafio Clubinho da Costura - Por um 2013 de balões coloridos


O primeiro desafio do Clubinho da Costura de 2013 é de se dizer que é muito desafiador mesmo. O post veio sem moldes, sem nada pronto pra ver como é, senão com a proposta de se costurar algo, qualquer coisa com balões. Eu andava tão enrolada com coisas da vida e comprometida com a lojinha que pensei em não participar, mas depois que vi os trabalhos da Cici e da Keren nos últimos dias, ahhh, aí fui contaminada com tanta fofura. Gente, é muito amor! Que desafio ousado.
Comecei a mexer minhas coisas e desenhei esses balões aí. Lembrando de uma bolsa de ombro que fiz no meu cursinho de costura que ficou horrível, precisei me perdoar e fazê-la de novo com o mesmo tutorial porém mudando as alças e transformando-a em uma ecobag. Ela ficou assim:


Também optei por fazer uma ecobag reversível. Procurei fazer balões com a mesma estampa da parte interior, antes cortados a partir de um molde desenhado e usei as letrinhas de feltro, bordadas a mão que comprei na lojinha de produtos a partir de 1 Euro. Os balões ganharam um ponto zigue zague porque achei que o ponto reto precisaria de muita habilidade para deixar a costura redondinha, habilidade essa que não tenho.É a primeira ecobag que costuro e queria que ela desse certo de primeira. Ela é simples e ideal para levar livros e revistas. Achei o desafio muito interessante, pôs à prova a nossa imaginação e trouxe uma energia muito boa. Eu estou muito curiosa pra saber o que as amigas do Clubinho da Costura aprontaram.

OMundoDeCaliope
Eu participo! ;)

26 de jan de 2013

meu primeiro cursinho de costura


Hoje fiz meu primeiro cursinho de costura. Se tratava de um curso para iniciantes. Procurei ir bem humilde, sem mencionar a minha lojinha online de produtos feito à mão ou alguma habilidade, fui para aprender pequenas coisas que tinha certeza que me acrescentaria muita coisa.
Ao chegar, o momento é de frustração porque a maioria das participantes, assim como eu, ganhou de presente de aniversário ou de Natal uma nova máquina de costura, mas eu ganhei a minha há 3 anos e algumas estavam tirando os itens novos da caixa. Eu, com a minha simples máquina AEG (? É uma marca da Electrolux) e as meninas de 20 desempacotando suas novas máquinas mega bombásticas da Singer, digitais, cheias de recursos e com bobina na parte superior da máquina, sem saber onde colocar o carretel. Não tô reclamando da minha maquininha, o melhor presente de aniversário da minha vida, mas fiquei olhando aqueles pontos lindos que ela faz, flores, ondas e o único ponto diferente que a minha faz é um zigue zague. 


Fui para aprender coisas básicas, o manuseio da máquina, como limpar, com que frequência, costurar casa de botão, pregar zíper. Realmente, atendeu a minha expectativa por um lado, mas esperava mais, muito do que queria aprender, não aprendi. Descobri que colocava a linha errado, também levei aquele puxão de orelha porque o pincel de limpar a sugeirinha de dentro da máquina estava limpo e novo, ou seja, nunca foi usado. Minha mãe faz falta. Impossível não pensar nela, que me ensinou tudo o que sei e poderia me orientar tanto agora. Só assim para entender a vida. O tempo todo em que estive com ela eu usei tão pouco essa oportunidade e agora preciso aprender tudo sozinha, correr atrás de cursinhos, fornecedores com bom preços, peças para a máquina, pesquisar. Quando lembro que ela tem sianinhas, fitas de cetim, zíperes, elásticos, linhas de TODAS as cores sobrando em casa e eu preciso comprar tudo...que injusto, mas só assim para dar valor a esse querido hobby. No final, fizemos uma bolsa que se pode chamar de necessáire, porém sem zíper. E uma bolsa de ombro que a professora do curso cortou pra mim mas o corte veio com um lado maior que o outro, não percebi e precisei dar um jeitinho de disfarçar que o forro estava maior que o tecido externo. Ficou tão feio que fiquei com vergonha de mostrar aqui, embora minha família tenha achado lindo e meu marido tenha perguntado se colocaria à venda na lojinha. 


O saldo do curso foi: saber que quem quer começar a treinar os primeiros pontinhos na máquina, deve começar com tecidos mais grossos, para ter firmeza na máquina e nada de algodão, seda, tecidos leves e que escorregam fácil. Para dominar as curvas, deve-se tentar costurar círculos e corações no tecido.
Para quem quer ir para as roupas, como eu, deve começar pelas saias ou calças. Camisas, blusas ou as sonhadas batas devem vir por último, porque exigem mais habilidade e também por conterem mais elementos: bolsos, golas, zíperes, o que as tornam mais difíceis. Sempre que se começa pelas blusas, vai sempre fazer errado quando não se domina a técnica. Para quem tem muita vontade de costurar blusas logo, ela recomendou começar por vestidos simples. Eu queria tanto já fazer umas batas lindas pra mim para o verão. A professora foi muito simpática e atenciosa. Vou fazer mais um curso de costura intensivo em abril com ela, que será realizado em três fins de semana, durando o dia todo. Estou ansiosa, fiquei com vontade de fazer mais, mas moro em uma cidade pequena. Infelizmente, não há muito a se oferecer. Vou postar aqui também as minhas impressões do próximo cursinho. Mal posso esperar!

As lindas imagens são da ilustradora britânica Clare Owen.

Assim como a mocinha de expressão triste que ilustra meu perfil no Blogger e nas redes sociais. Amo ela porque:
. ela tem um coraçãozinho naquele buraquinho do colo
. porque carrega uma referência à atriz Jean Seberg no filme francês Acossado de Jean Luc Godard.
. porque ela tem cabelo Joãozinho assim como eu cortei o meu dois anos atrás. Toda vez que a vejo quero cortar de novo, mas lembro como foi difícil meu cabelo chegar ao Chanel que está agora.


Blog Clare Owen Illustration // Loja Etsy Clare Owen // Galeria Flickr

25 de jan de 2013

as flores que não murcham


Aqui na Alemanha costuma-se presentear não só o bebê mas também a mamãe com flores na maternidade. Optei por dar flores que não murcham, digamos assim. Eu andava tão curiosa sobre como fazer tulipas de tecido ultimamente e descobri por meio de uma amiga que as fez num curso de artesanato no Brasil e me deu as coordenadas por Skype. Então, vou reproduzir aqui a minha inspiração nesta #sextacriativa para o Assim sim! porque estou apaixonada por elas.

Você vai precisar de:
♥ retângulos de tecido cortados em 8 x 14 cm
♥ tiras de tecidos na cor verde em 19 x 2,5 cm para revestir os palitos
♥ palitinhos de churrasco
♥ manta acrílica
♥´cola quente

Vamos aos palitos primeiro: ela não mencionou nada quanto aos palitos. Portanto, resolvi ver o que tinha e encontrei um tecido verde com pontinhos brancos e revesti os palitos usando cola quente para fixar. Dobrei a barra do tecido antes de terminar de colar para dar um melhor acabamento.



Agora, vamos às tulipas: dobre o retângulo de tecido ao meio com a face correta virada pra dentro e passe na máquina de costura para dar uma barrinha como na imagem abaixo:



Com agulha e linha, faça esse pontinho franzido abaixo (ajudem a expatriada aqui com o nome dele, gente!) por toda a parte superior do retângulo antes costurado na máquina sem apertar no final ainda:



Coloque o palito já revestido de tecido verde por dentro do tecido que forma a flor ainda do avesso e com a parte costurada à mão para baixo (ela vai ser a base da flor). Não tire a agulha, use a linha para dar um pontinho para reforçá-la na haste da flor. Coloque uma gotinha de cola quente para reforçar.




Agora é hora de levantar o tecido com o lado certo para fora e preenchê-lo com a manta acrílica.


Dobre a barra e una as laterais no centro dando um pontinho com agulha e linha. Nada como a imagem pra ver como fazer:


Acabou. Eu fiz meia dúzia para um buquê pequeno. Que ganhou um laço e essa embalagem de presente transparente para ficar com cara de buquê de floricultura.


E o bebê? Ah, o bebê vai ganhar um quadrinho bastidor, com seu nome personalizado e um carrinho bordado para enfeitar o quartinho dele. Espero que ela goste. Adoro essa nossa 'profissão' que nos permite presentear amor feito à mão.








22 de jan de 2013

#BlogLindo agradece



Que eu adoro o PicMonkey, todo mundo sabe. Mas vi hoje os novos recursos e fontes oferecidos por esse editor de imagens super legal e não resisti a uma mudança no bloguinho. Tive alguns motivos extras: o widget da minha loja andava falhando devido a um problema com o portal que hospeda minha lojinha online e eu precisava de um lugar para a página do Blog Lindo lá em cima na barra de menu, mas a minha fonte Janda Stylish Script passou a ser incluída no pacote de membros do PicMonkey. Tudo porque o PicMonkey passou a cobrar 5 doletas por mês para usar determinados recursos do site. Eu não quis pagar, acho que com criatividade dá pra usar outras opções e fazer algo interessante pelo blog. Já desde depois do Natal, quando o Blog Lindo começou pra valer que queria colocar um cantinho pra ele lá em cima. Mas como se tinha que pagar para fazer uma barra de menu nova com aquela fonte? E a preguiça de criar uma nova? Deixei pra depois e o depois chegou.

Com o Dia dos Namorados (Valentine's Day pra gente) chegando, eles oferecem alguns recursos bem interessantes agora e até uma mensalidade mais barata. Mesmo assim, ainda não recomendo que se pague. Dá pra usar o que eles tem sem pagar nada, eu acredito. 
Eu fiquei super feliz por ter ajudado os blogs amigos a darem uma repaginada com as dicas do Blog Lindo e confesso que foi mais do que esperava ajudar.
Esse post vem aqui para recomendar o uso desses novos recursos do PicMonkey pra quem gosta dele e para agradecer pelo uso das dicas nos bloguinhos do coração. Cada coisa linda vi por aí, buttons aqui, Pin it button acolá, layouts mais clean.  Que bom que deu certo. 

Cheguei a ler que a Renata do blog No meu Apartamento escreveu que as dicas do Blog Lindo ajudaram nos tijolinhos do novo layout do blog dela. Fala sério, né gente? É muito amor! :)

Agradeço pelo uso das dicas do bloguinho nos cantinhos de vocês e anuncio que dicas novas virão!

21 de jan de 2013

blog lindo é blog autêntico




Acredite, existe ética na blogosfera. Não existem regras estabelecidas, mas bons blogueiros sabem com o que lidam e respeitam o trabalho dos seus colegas. Como o nosso meio está voltado para as artes manuais, é natural que hajam pessoas que despertem a vontade de mergulhar no nosso mundo também, mostrando trabalhos e tendo retorno com isso, seja com visitas, comentários e apreciação em geral. Existem pessoas que encontram sua identidade e sabem mostrar, pacientemente a conquistam, desenvolvem e crescem na web. Mas também existem pessoas impacientes, admiradas com o nosso universo que talvez não saibam como postar o trabalho de outro artesão ou estão tão ansiosas por reconhecimento usam da cópia de tutoriais e postagens para fazer o blog crescer.

SE RECOMENDAR UM OUTRO BLOG:

Sempre se informe bem antes de postar o trabalho de outra pessoa. Antes de apanhar imagens e links, leia melhor as informações do blog. Procure pelo FAQ, escreva um e-mail ou leia no final da página sobre a política de utilização do conteúdo do blog. Isso é muito delicado. Existem blogs que não permitem o uso de imagens de forma alguma. Informe-se primeiro.

A imagem, quando permitida é até aceitável, mas copiar o texto é no mínimo deselegante e uma falta de respeito com uma blogueira que teve tanto trabalho para compor um post para não ganhar nada, que apenas o fez por amor ao nosso hobby. Recomende, não copie o post.

Considere aplicar o link do post original também sobre as imagens. Colabore com a pessoa, cujo trabalho você admira. Num futuro breve, alguém pode fazer isso por um trabalho seu também.




SE FALTAR VISITA:

Bata de porta em porta: Torne-se seguidor do blog que te inspira tanto. Comente e deixe seu link. Não apele, seja elegante. Dê sua opinião sobre essa postagem interessante. Acompanhando posts interessantes, as idéias virão para o seu blog e com conteúdo interessante (e próprio, que é melhor) as visitas vão aumentar.

Use as redes sociais: Facebook e Twitter já estão aí, mas que tal fazer um mural no Pinterest só com os posts do seu blog? O Pinterest é uma rede social interessante, predominantemente feminina e que respeita o link original de uma página da internet, mesmo que compartilhado centenas de vezes. Escolha a foto que melhor resume a sua postagem e conforme ela for compartilhada, pode trazer visitas ao blog.

Comente: A interação com outros blogueiros vai gerar amizade e um interesse mútuo por tudo de novo que virá a ser postado pelas partes envolvidas. Neste mundo, todas estão sedentas por novas idéias e sempre haverá essa procura se você comentar com sinceridade. Não force nada. Diga o que há no seu coração para ser dito no seu comentário. 

Escreva: É o melhor remédio. As visitas e comentários só virão quando houver conteúdo no seu blog. Blogar também é um jogo de intuição. Aposte no que você sente que vale a pena postar. Pode ser muito interessante para algumas pessoas. Não tenha vergonha de mostrar sua criatividade e suas idéias. Li no Blog da Hannah uma vez que 'Blogar é a arte de falar sozinho'. É a mais pura verdade



SE FALTAR TEMPO

Escreva num papel como e quando você tem um tempo livre para se dedicar a esse hobby.
Você não precisa fazer tudo na mesma hora. Destine 30 minutos de um dia para pesquisar, 30 minutos de outro para comentar, 30 minutos de outro para escrever e assim por diante. Que tal um post por semana? Melhor menos e bem feito, não é mesmo? 



SE FALTAR INSPIRACÃO

Visite blogs, comente, elogie. Só assim você pode despertar novas idéias e passar a enxergar o craft na sua vida. Seja no cartão de aniversário do namorado. No bolo de aniversário do filho. Na reciclagem que ajuda o planeta e melhora o ambiente da sua casa. Olhe para a sua vida. Como deixá-la mais bonita? 

Afinal, qual é a sua arte? Será que você precisa um dia saber costurar tão bem assim, se você mal tem paciência para sentar na máquina de costura? Será que você tem mesmo paciência pra tricotar que nem aquelas coisas lindas que viu naquele blog? Será que você precisa mesmo fazer aquelas velas aromáticas só porque achou bonito no post de ontem daquele blog que você adora? Saiba admirar e não necessariamente copiar. Que tal achar a sua identidade? Você já viu como o artesanato moderno é abrangente? 

- Costura
- Encadernação
- Bijuterias
- Papelaria
- Crochê
- Tricô
- Perfumaria
- Fotografia
- Decoração...

De repente, você só precisa admirar o que já está admirando e pode encontrar ou desenvolver o seu talento em outra coisa. Pesquise e as idéias e inspirações vão surgir.


O PEIXE MORRE PELA BOCA

Esse post veio ao Blog Lindo devido a postagens tristes que vi ultimamente. Seja pelo não conhecimento de como recomendar um blog ou por pura falta de respeito mesmo. Um deles descobri numa divulgação, pelo Pinterest. Se tratava de um blog já estabelecido na web que postou um tutorial afirmando ser próprio, apesar de fotos próprias, sendo que o tutorial é longo conhecido de um dos blogs que está no top 10 de DIY & Crafts do Blog Lovin'. Será que ela precisava disso?




A MINHA EXPERIÊNCIA

Nunca aconteceu comigo. Pelo menos nunca vi um post ou um trabalho da lojinha copiado. Meu blog é muito jovem, tem apenas 6 meses de vida e 2 e meio de postagens mais frequentes. Eu estou feliz como ele está. Definitivamente, quantidade e qualidade são coisas diferentes. O blog nasceu SIM depois de tanto admirar outros e impulsionada por motivos pessoais. Encontrei no blog uma válvula de escape para despejar idéias e desencanar da dificuldade da adaptação à nova terra. E acrescento:
- Eu gosto que me deixem links nos comentários para descobrir o que você faz.
- Eu praticamente não vejo mais TV. Somos tão manipulados e há tão pouca qualidade que assisto apenas aos noticiários. E nesse tempo que seria da TV, eu visito vocês e escrevo aqui.
- Por um tempo, escrevia sabendo que só uma leitora estava acompanhando meus posts. Pensei em desistir, mas continuei.
- Fiquei tão curiosa sobre como algumas blogueiras faziam o layout do blog por si mesmas que pesquisei muito e o Blog Lindo nasceu.
- Eu confesso que leio e comento posts pelo smartphone de tanta curiosidade e ultrapasso o limite do tempo destinado à internet.
- As idéias para as postagens do blog surgem no dia-a-dia e não na frente do computador. Aparecem quando cozinho, quando vou dormir, quando cuido dos filhos. Anoto num papel e posto quando posso, tenho postado duas vezes por semana.
- Meus posts nunca ficam prontos de uma vez só. Sento todo dia um pouco no computador e vou continuando aquele mesmo post. Assim, resolvi o problema do tempo e da auto-cobrança.
- Pretendia expor aqui algumas fotos de lindos trabalhos sobre os primeiros blogs que conheci: blogs de crafters alemãs e adivinhe: todos eles têm os direitos reservados e não pude colocar as imagens aqui.

Imagens da loja Etsy Photography by Karina que eu amo.


10 de jan de 2013

adicione um pin it button no final de TODAS as postagens




Todas nós sabemos como o Pinterest é interessante e pode atrair visitas para os nossos blogs. Lá espalhamos o que nos inspira de uma forma rápida e interessante, respeitando sempre os links originais.
Então, permita a cada post seu que suas leitoras também espalhem o seu trabalho pela web e adicione um botão Pin it do Pinterest no blog com esse passo a passo:


Escolha uma dessas imagens abaixo para adicionar ao final das suas postagens: Salve e carregue num site de hospedagem de imagens como o Photobucket ou Tinypic..






Todos eles já foram fornecidos pelo Pinterest para serem adicionados manualmente no corpo do post, nos levando a incluí-los a cada post, enquanto este tutorial incorpora o Pin it no final de cada postagem automaticamente, próximo aos comentários e botões de compartilhamento. O primeiro é o mais recente oferecido pelo Pinterest.

Importante: Todos eles têm fundo branco e caso a área do final das suas postagens esteja com outra cor de plano de fundo, o branco vai aparecer! Se o fundo branco for um problema, recorte o fundo branco em um editor de imagens ou você também pode personalizar o seu como esse que fiz no PicMonkey pra mim há algum tempo.




Vamos ao HTML!
Em primeiro lugar, salve o modelo do seu blog.
*Não salvou? Recomendo que você salve agora para evitar problemas.

No Painel do seu Blogger, selecione 'Modelo'.



Clique em Editar HTML.



Na janela que abrir, selecione 'Editar Modelo' e fazendo o atalho CTRL+F abrirá uma caixa de pesquisa no canto superior direito da página.



Copie e cole este código abaixo no campo de pesquisa aberto:


<div class='post-footer'>


Copie esse código abaixo e cole imediamente após o código acima encontrado.


<div style="float: right; margin: 4px;"><a href="javascript:void((function(){var%20e=document.createElement('script');e.setAttribute('type','text/javascript');e.setAttribute('charset','UTF-8');e.setAttribute('src','http://assets.pinterest.com/js/pinmarklet.js?r='+Math.random()*99999999);document.body.appendChild(e)})());"><img alt="Pin It" class="aligncenter" src="URL DA IMAGEM" /></a></div>


1. Substitua a mensagem em vermelho 'url da imagem' pelo url da imagem escolhida do seu Pin it Button. O url da imagem é o Direct Link oferecido pelo Photobucket ou TinyPic.



2. Note que com a palavra em azul right, o código ficará posicionado à direita no corpo de comentários e compartilhamento no final das suas postagens. Caso você queira em outra posição, substitua a palavra right por:

center, caso queira o botão centro ou;
left, caso o queira do lado esquerdo.


Não salve ainda a alteração feita no seu Modelo, clique em Visualizar e uma nova página será aberta. Certifique-se de que o Pin it button está lá e em ordem. Caso esteja satisfeita, clique em Salvar. Se não, você pode fechar sem salvar as alterações e o seu modelo permanecerá como estava e você pode recomeçar ou testar com uma outra imagem, por exemplo.


Caso tenha dúvidas, deixe seu comentário abaixo ou escreva para costuramor@gmail.com.
Tutorial original (em inglês): Julie Ann Art.





7 de jan de 2013

oficina do coração


O meu último tutorial compartilhado aqui foi o do estojo enroladinho. Foi um sucesso. Não, não foi o mais acessado, mas conquistou a minha florzinha. Afinal, eu o fiz pra ela. Já tinha feito meses antes para o filho de uma amiga e meu ponto tinha ficado super torto. E ele foi um sucesso pra mim porque percebi que eu posso sim fazer um ponto reto. E assim o estojo enroladinho chegou à lojinha com mais confiança e qualidade.
Cheguei a fazer quatro deles. O primeiro ficou com o ponto torto mesmo. Impossível pôr à venda. O segundo o corte estava torto, o terceiro ficou bom e o quarto ficou perfeito. Dois dos quatro foram para a estante virtual da lojinha. Inventei de costurá-los para botar velhas estampas pra fora e começar uma nova fase no meu pequeno negócio criativo. Apesar de ser inverno, não está nevando e a Primavera chega em março com suas flores e cores. Tiramos os casacos e vestimos roupas mais leves e coloridas. A intenção é trazer as primeiras bolsas de mão pra lojinha, uma vez que as alemãs amam as bolsas clutch para acompanhar a leveza e a cor que a Primavera nos traz depois de um inverno rigoroso.

O final de 2012 foi um período de descoberta pra mim e adorei a possibilidade de ganhar din din de fato com meu hobby. Não se trata de ganhar dinheiro. A satisfação de ver seu produto feito à mão sendo admirado, alguém reconhecer seu trabalho é incrível. Esse ano quero investir nisso e ver a lojinha como um negócio mesmo. Sou realista e sei que o que a lojinha me traz é uma rendinha complementar, suficiente pra me fazer feliz. Esse ano quero me esforçar para participar de um bazar, obter minha etiqueta personalizada para meus produtos, pegar carona nas reformas de casa e montar meu ateliê em um cômodo da casa só pra mim. O apoio do marido já está confirmado. Apesar de ser um ano cheio de mudanças e conquistas pessoais a serem alcançadas, eu vou me dedicar com muito carinho .
Acho que 2013 é um ano pra considerar novos públicos, aprender a trabalhar com datas comemorativas como dia dos namorados ou dia das mães e fazer cursinhos de costura, aprendendo assim novas técnicas para crescer.


O DaWanda, que é o meu Elo7, o meu site de venda de itens de artesanato onde a minha lojinha está hospedada é muito popular aqui e migrei do Etsy pra ele ao descobrir que ele até vende mais. É 100% alemão e tem portais em vários outros países da Europa com suas línguas locais, o que ajuda muuuito nas vendas. Ter vendido para França, Suíça e Áustria foi muito interessante. O alemão gosta muito do feito à mão e reconhece que o feito à mão agrega valor ao presente. Tudo é favorável. Mas ainda foi muito pouco, vou alí pra minha mesa da cozinha mesmo enquanto não tenho ateliê para fazer o corte dos próximos produtos que virão para a lojinha. Desejo um 2013 muito produtivo e de muito sucesso a todas as minhas 'coleguinhas' de profissão que também têm pequeno negócio criativo! ♥
Estaremos juntas em 2013 e trocando idéias para alegrar nosso dia-a-dia com as nossas próprias mãos!