22 de abr de 2015

deixa o rosa pra lá

A menina tem um talento que já desconfiávamos: ela é boa de desenho. Sempre notamos isso. Foi tentando desenhar personagens do desenho Pokemon para o irmão, que a menina nos impressionou copiando desenhos de mangá achados na internet. Resolvi investir no novo hobby dela e comprei material e livro com dicas de técnicas pra coisa. Surgiu aí a chance de fazer mais uma costurice. Mas quando sua filha está quase completando 11 anos e largando as bonecas, é hora de aceitar que pra costurar algo pra ela daqui por diante, tem que deixar o rosa das estampas um pouco pra lá.



Só que eu peguei justo o antagonista né? O azul. Um bolso torto, um zíper mal pregado ainda me incomodam. Sei que devagar, a gente melhora. Fico mesmo é perguntando se misturando tantas estampas assim, vou rir dessas combinações no futuro. Lembra dos anos 80?
Então... :)

Abaixo, um pouco do novo passatempo da menina:


14 de abr de 2015

bordando o imperfeito

A meta de um projetinho DIY ou de costura por semana foi cumprida: deixei a máquina de costura de lado só um pouquinho para fazer bordados em doodle no quadrinho bastidor. Eu amo esse tipo de bordado porque tem traços imperfeitos, parece desenho de criança. É simples e gosto de coisas simples, ao alcance da minha capacidade pra eu sempre me sentir bem com os resultados do que faço, aprimorando sempre mais a minha habilidade na costura em geral. Em tudo na vida, acho que a gente tem que começar de baixo.

Digo isso porque já vi defeitos e imperfeições ao fixar o tecido no bastidor que me incomodaram mas eles vão ficar assim mesmo e vou melhorar nos próximos. O destino dos quadrinhos é a parede da parte da entrada de casa pra dar boas-vindas a Primavera. Meio tarde, eu sei, mas sempre vou trazendo mais. Afinal, tem Primavera até junho e flores até o fim do ano.
Sempre fiz aplicação de bordados no quadrinho bastidor. Acho tão charmoso, parece que foi improvisado, uma vez que o quadrinho bastidor é um acessório para bordar e não pra ficar com o bordado definitivamente, mas usá-lo como um quadro traz uma charme a mais.

♥ As templates são do livro Doodle Stitching: The Motif Collection, que me dei de presente de Natal, mas se você ficou com vontade de bordar também, o blog Wild Olive tem um monte de lindas sugestões pra você.

6 de abr de 2015

levando frutas e corações pra cozinha

Não vou nem me explicar, vou chegar chegando: Estou levando frutas e corações pra cozinha, que precisava de uma cor. Eu gosto de fazer coisas pequenas (leia-se fáceis), delicadas e coloridas que fazem a diferença. Então, juntei os tecidinhos usados na capa do livro de receitas e mais alguns queridinhos pra fazer esses pegadores de panela. Eles funcionam assim:




*Sobre a minha ausência: eu torci o pé na corrida e tive um ligamento estirado. Eu até conseguia costurar, mas com as dores não rolava, não tinha inspiração alguma com o pé latejando de dor. Então eu dei uma pausa por aqui. o pé está cada vez mellhor. Espero ter voltado de vez pra cá. :)