26 de jun de 2015

quando os tecidos se vão

É quase como um amor que se acaba. Foi assim que me senti usando os últimos retalhos desse tecido. Meu orçamento craft é curto e vivo de fat quarters. Esse é mais um tecido querido que não acho mais pra vender e acho que nem deveria (e nem tenho mais) o que costurar com ele. Todas as idéias se foram, mas me apeguei a ele de uma forma que queria ter mais pra fazer o que nem sei direito com ele.
Fiz um par de jogos americanos pra servir um café da manhã pra uma amiga. Nos encontramos às vezes pra fazer a primeira refeição do dia juntas em cafés, mas de um tempo pra cá tem sido interessante fazer nas nossas casas. E pra chegar perto, mesmo que longe, desses aconchegantes estabelecimentos, eu usei o restinho dessa charmosa estampa pra alegrar nossa manhã.

Confesso que me deixei inspirar pela toalha de bolsos jeans da Val no seu L'avion Rose (acho que se você não viu, você devia conferir). Que bom que a blogosfera me faz me manter nela e ver coisas bonitas, me levando a fazer minhas costurices também.

23 de jun de 2015

enroladinho e escondidinho

Trabalho em um cinema e por mais que a jornada de trabalho não seja muito longa, não dá pra ficar só na pipoca enganando o estômago até voltar pra casa. Como volto tarde depois que a última sessão começa, preciso comer lá mesmo. Pra transportar talheres pro meu jantarzinho no trabalho, fiz esse estojo, que fica sempre enroladinho e escondidinho na bolsa sempre que levo algo de casa ou que compro no caminho.Resolvi dividir o projetinho aqui, apesar de sua simplicidade, só pra não ficar longe do blog.



19 de jun de 2015

papel de presente nunca mais

Acabou o papel de presente de menino. A festa é daqui a pouco e esqueci de comprar. Foi papel craft mesmo. Lembrei das super dicas pra embalar presentes da Rosa no seu Le Paquet e cortei uma tira de tecido com tesoura zigue zague pra esconder a simplicidade do papel craft.

Não sei mais viver sem essa coisinha aí em cima com a qual se personaliza fitas. Esse pequeno equipamento da marca Dymo custou apenas €12 no Amazon e só sei que já o amo desde que descobri.
Percebi que não também não tinha fitas de presente. Usei Baker's Twine. Acho realmente que papel de presente com motivos e aquelas fitas de plástico são passado. Nunca mais eu compro. Passo aperto em casa, mas daqui pra frente só faço com o que tenho.



16 de jun de 2015

pecados costurísticos

Me dá até uma ligeira vergonha ver que meu último post foi em 22 de abril, há quase dois meses mas vou ignorar isso e mostrar logo o que costurei nos últimos tempos. Eu prometi um projetinho por semana, mas a verdade é que nunca lidei bem com metas, então vamos mostrar logo a carteira que fiz pra menina que conquistou nessa carteira, a primeira mesada da vida! ;)


Eu não ia dar a mesada assim na mão né? Sempre tem uma desculpinha pra costurar coisinhas! 
Cometi alguns pecados costurísticos ao deixar uma costura visivel e um erro (pra mim um erro de planejamento) de ter feito o corte retangular, sem as pontas arredondadas. Fácil de costurar, mas difícil de manusear e certinho demais. Pelo menos, aprendo para as próximas. Que haverão! Haverão posts em breve e não em 2 meses! :)