29 de abr de 2016

ana maria

Ana Maria foi uma boneca que a menina ganhou aos 5 anos da tia, a maior companheira da sua infância. Foi à praia conosco, viajou de avião, caminhão, estava sempre na cesta frontal da bicicleta. Infelizmente, Ana Maria se foi. Com as reformas que fizemos em casa no início do ano, muito foi jogado fora e a menina que vai completar 12 anos, escondia a boneca quando as amigas vinham aqui para não pensarem que ela ainda brinca de boneca! Num desses momentos, meu marido levou a boneca por engano, então apenas escondida para ela, para doar para outras crianças com outros brinquedos velhos menos significativos e livros. Assim se foi pra sempre a Ana Maria:


Nunca achei que fosse uma solução. Nunca costurei uma boneca, mas fiz uma pra explicar que ela não voltaria, não dava mais pra mentir toda vez que ela perguntava. A menina chorou 4 dias quando soube e quando lembra dela, as lágrimas são instantâneas. Ao receber, ela me abraçou e minutos depois estava lendo na varanda com a nova Ana Maria no colo, que não foi feita pra substituir, mas pra lembrar que lindos momentos foram vividos juntas.

















♥ Fiz um 'umbigo feio' por me lembrar que uma boneca de pano que minha irmã ganhou que tinha um umbigo parecido.
♥ A flor do cabelo era parte de uma camiseta usada pela menina aos 9 anos. Reaproveitei a flor depois de quase 2 anos guardada pra costurar alguma coisa com ela.
♥ Fiz questão de fazer uma boneca que usa calcinha e sutiã, mocinha como a dona dela.
♥ Não sei costurar pé de boneca, então fiz esse sapato. Tanto não sei que só depois de pronto percebi que esqueci de fazer a sola do sapato, ou seja, atrás está apenas o tecido com a cor da pele da boneca.



13 de abr de 2016

feito em casa para a casa

Para a casa e para a casinha. As idéias chegam e vou colocando em prática: Almofadas, bandeirolas, cortínas. O Patchwork tem sido muito praticado aqui pra se chegar aquela junção perfeita da costura dos quatro retalhos. Alguns dão certo, outros não... :)
Nossa casa é simples e modesta em comparação aos lindos jardins e construções vizinhas. Este ano, construiremos uma garagem e passaremos a ver melhor o nosso cantinho. A simplicidade da nossa casa me faz querer costurar mais coisas coloridas para alegrar o jardim que eu, vinda de uma metrópole de concreto, ainda não domino depois de quase 7 anos morando aqui. Acredito que o colorido deixa a nossa sala de estar de primavera e verão mais bonita e alegra a infância dos meus filhos.


Moraria na casinha de jardim das crianças se coubesse nela. Só sentada consigo ficar ali dentro:




Consegui o milagre de "me livrar" de um tecido florido do Ikea fazendo essas capas para as cadeiras do terracinho. Um tecido a menos ocupando minhas caixas e eu não tinha idéia do que fazer com isso:


A cama da menina também ficou mais colorida. Arrisquei até a almofada em formato de nuvem, projetinho que adiava há muito tempo. Modinha de Pinterest que já deve até ter passado... Eu sempre atrasada nas tendências.