12 de jul de 2016

aberto 24h




























Pronto! Abri minha loja online com itens feitos por mim e com o amor que tenho pela costura.
Ao ficar desempregada este ano e me vendo com tempo livre e um bom material em casa, considerei ganhar alguns trocados com o meu humilde dom "costurístico". 

Sou bem realista e não pretendo e nem acredito que vou vender em grande quantidade porque não consigo produzir em grande quantidade, além de não ter muito talento administrativo, mas tenho o suficiente pra ganhar algum dindin. Essa não é a minha primeira experiência em vender online. Abri em 2012 uma loja também que teve até um bom retorno especialmente no natal. 

Vejo amigos que fiz na blogosfera e na internet acompanhando seus trabalhos manuais e seus sucessos e sempre, são uma ocupação extra, ou seja: eles têm suas profissões e o trabalho manual traz uma renda extra além de ser uma santa terapia. Pra mim não é diferente. Voltei a trabalhar em um novo emprego há poucas semanas, onde estou mais feliz e o projeto continua.

Abrir um negócio online, por mais simples que seja como o eu, não é nada fácil. Fotografar é pra mim é o mais difícil. Afinal, esse tempo todo observei o sucesso de muitos, segredos, aprimorei meu acabamento, treinei bastante na máquina de costura, fazendo sempre algo pra mim, pra minha casa ou para meus filhos. Pior do que achar a melhor luz para fotografar nosso trabalho, é especificar o produto. Leva horas por mais que haja ferramentas pra facilitar esse processo. A parte legal sobre retornos e devoluções também é delicada, especialmente quando se mora num bloco econômico como a União Européia. Fiquei exausta de ficar horas na frente do computador resolvendo isso e pensei ali: como é bom costurar e me mover mais do que ali na frente do PC.

Mas com amor, fiz tudo e aqui estão alguns dos (ainda) poucos itens adicionados às estantes virtuais do meu pequeno negócio criativo:











A loja se chama MALU, está disponível aqui no portal de venda de artesanato e produtos feitos à mão  do DaWanda, que é o Etsy da Alemanha. 

Malu é o nome da minha filha, Maria Luisa, de 12 anos. Foi pra ela que costurei ainda a mão palhacinhos pra decorar o quarto quando fiquei grávida cedo, aos 18 anos. Bordei muito ponto cruz e minha mãe fez colchas e almofadas com eles pra deixar o bercinho lindo pra chegada dela. Malu era o nome mais fácil e significativo em minha mente pra se pronunciar e evitar que não houvessem outros usuários com o mesmo nome ou nome de lojas no portal, não era um nome óbvio. 

Aqui no blog você também pode visitar a minha lojinha aberta 24 horas! ♥