22 de dez de 2017

natal refeito à mão

E após um longo período longe, como de costume, aqui estou eu de volta.
A ausência, além da assumida pouca dedicação ao blog de sempre, foi mais recentemente uma surpresa para a minha saúde, já que precisei fazer uma operação para remover um cisto do ovário. A operação correu bem, estou me recuperando, mas foi a primeira da minha vida. Até meus filhos nasceram de parto normal e desconheço o que é uma cesariana por experiência própria. 
Precisei parar a vida: parei o trabalho, parei o esporte, as costuras, até de ser mãe e dona de casa. Meu marido foi mãe nos últimos tempos, inclusive a minha, cuidando de mim. Aproveitei a época para fazer as coisas da vida com mais calma.




Nessa pausa, concluí o quanto estou desapontada com as redes sociais. A chegada delas derrubou o tráfego do blog e vi muitos visitantes deixarem a mágica que essa plataforma oferece para se render à elas. Toda a minha inserção nesse mundo começou com esse blog, com a intenção de dividir o fruto de um hobby que me faz feliz e trocar experiências. Confesso que algumas vezes sentei em frente ao computador para encerrar a atividade dele, mas não tive coragem de abandonar a minha história. 





























A pausa dessa fase pós-cirurgia que coincide com as festas de fim de ano e o rigoroso inverno alemão me fez refletir que mesmo com a forma dinâmica e de muito alcance que essas novas mídias oferecem, elas não comportam tudo o que quero expressar. De alguma forma, eu achei que estava economizando tempo trocando a câmera e o computador pela facilidade do smartphone e tablet, sem necessariamente estar substituindo o blog por outra ferramenta.  





























Achei que algum dia, sem escolha, o fim do blog seria inevitável. O amor pelo blog falou mais alto e mesmo que eu fale sozinha, como eu comecei aqui, peguei a câmera e fotografei alguns posts dos recentes projetinhos para as próximas semanas, começar o ano registrando aqui os meus pequenos feito em diante. Me comprometi a fazer com que a determinação volte a ser um hábito. 





























Ainda fazendo poucas e leves tarefas no dia-a-dia e precisando de repouso, arrumei tempo aqui e ali para decorar a casa para o natal. Hoje tive a ajuda do menino para decorar a árvore de natal. Optei este ano por uma pequena, que comporta todos os meus enfeites, sem a sensação de ter algo enorme na minha já apertada sala de estar e ver os enfeites e bolas todos bem distribuídos. 
Com o feltro, agulha e algumas linhas, pude fazer com calma alguns enfeites a mais como esse abaixo, acrescentando mais artesanto ao meu natal (re)feito à mão.





























Tenho a sensação de que minha árvore de natal (todos os anos) é muito infantil, especialmente pelos enfeites que eu mesma faço, mas enquanto meu filho é pequeno, tá valendo. 




















E se um dia o menino estiver grande e não gostar mais, eu com certeza vou fazer enfeites novos, logo ali ao lado do lugar que ela sempre ocupa...






4 comentários :

  1. Olá! Há alguns dias descobri seu blog... achei de um encanto só. Primeiramente desejo uma ótima recuperação da sua cirurgia.
    Me identifiquei com esse texto que, além de mostrar as coisas lindas que você fez para o Natal, fala da decepção com as redes sociais. Confesso que essa parte me fez querer escrever esse comentário para um desabafo: simeu entendo você, elas são sem graça, excesso de informação sem conteúdo, exagero de coisas inúteis passando pelas timelines, as coisas por lá se perdem e se esvaem em segundos. Não desanime mais com o seu blog, ele é muito lindo e é a sua história sim. Eu mesma vou começar um falando sobre as minhas costurinhas, mas de verdade? Não estou preocupada se alguém vai ler, vou fazê-lo para mim, para organizar as minhas ideias e daqui uns 10 anos poder olhar tudo que eu fiz de lindo nessa minha jornada da costura. Gosto de ter privacidade sobre a minha vida pessoal e por isso sou a primeira a dispensar o uso das redes sociais, mesmo que o mundo inteiro esteja lá :)

    ResponderExcluir
  2. Olá Pri, estimo as suas melhoras.
    Eu sigo o seu blog e gosto, também tenho um blog e sei o que é não ter tempo para atualizá-lo e o que isso se reflete nas visualizações.
    Mas termos um blog acho que é um ato de amor em partilharmos um pouco de nós e só por isso não devemos desistir.
    Um santo Natal e mais uma vez as suas rápidas melhoras.
    Um beijinho.
    Ana

    ResponderExcluir
  3. Olá Pri :)
    Primeiro espero que esteja recuperar bem da sua cirurgia e tenha tido um Bom Natal junto dos seus .
    Compreendo muito bem o que escreve em relação ao mundo dos blogs , acho que o instagram veio "rebentar" com este mundo dos blogs .
    Não é a mesma coisa porque adoro me sentar e ler blogs é como se de um livro se tratasse , é mais calmo mais prazeroso .
    Tenho um blog e já não sou tão assídua, pois fui mão de uma bebé mas ainda ando por aqui .
    O meu blog é uma extensão de mim quantas vezes já andei para trás e os meus proprios posts trouxeram me luz .
    Ganhou uma seguidora por isso força e nada por aqui que estaremos também
    bj
    Lulu

    ResponderExcluir
  4. Olá Pri, antes de mais espero que esteja se recuperando bem. Vai ver que logo, logo estará voltando às corridas e às rotinas. Cirurgia é assim mesmo: para tudo. Quanto ao blog, mantenho o meu. Gosto, me sinto bem, me obriga a pensar, a procurar a "fazer coisas". Mas é claro que o tráfego não é mais o mesmo. Nem os comentários. O IG veio derrubar tudo isso. Concordo com a leitora acima Bárbara, que diz que nas redes sociais há um exagero de coisa inúteis. E como há! eu mesma, muitas vezes nem tenho paciência. A facilidade com que se tira uma foto sem interesse e se posta, é de bradar aos céus. Coisas desinteressantes, inúteis, sem conteúdo, pura perda de tempo. Nessas, nem like me dou ao trabalho de colocar. Já desisti de muita gente que exagerava nesse quesito e nos stories. Um verdadeiro tédio. Os blogs não têm nada a ver, contam uma história, partilham ideias. Não desista do seu, foi dos primeiros que comecei a seguir e sempre gostei da leveza dele. Seus enfeites estão lúdicos e divertidos.Beijos, maravilhoso 2018 para vc e família.

    ResponderExcluir

Obrigada por costurar seu comentário aqui no bloguinho! ♥
Perguntas são respondidas no seu blog.