11 de abr de 2013

investindo nos nossos negócios criativos


Todos os meses eu reservo um pouquinho de dinheiro pra investir no meu hobby ou na minha terapia, melhor dizendo. As tantas vezes que comprei tecidos, botões, aviamentos e todo o material para costurar me fez comprar muitas vezes coisas que nem usei e que nem vou usar. Ficou a culpa. Quantas vezes comprei tecido só porque era bonitinho. Com o tempo a gente vai aprendendo. A comodidade da internet me fez comprar muitos acessórios de costura que me passavam uma impressão errada nas fotos dos produtos da internet. Quando eles chegavam em casa, não eram aquilo tudo que achava quando os comprei pela internet. Eram pequenos demais ou inúteis demais. Os tecidos antes comprados por uma fortuna nos armarinhos, muitas vezes tecidos Made in Germany eram mais caros do que dos designers americanos vendidos pelas internet. Pode? Pode!

Descobri que na minha cidade (pequena) o aluguel e o salário dos funcionários aumentam consideravelmente o valor final do produto vendido aqui nas lojas de material de costura e artesanato. Passei então a comprar tecidos pela internet, vendidos por pessoa física em sites como o DaWanda e Etsy, uma vez que as revendedoras não pagam imposto (até um determinado faturamento delas), aluguel ou salário a outros funcionários. Isso torna o produto mais barato. Para comprar acessórios para costurar, como tesouras, aviamentos, giz para desenhar molde, peças para a máquina vou pro armarinho. Porque lá conto com toda a orientação deles. Imagine comprar uma bobina pela internet e chegando em casa ela não cabe na máquina? Passei a me organizar para comprar tecidos fat quarters pela internet em grande quantidade (grande só pra mim, né! rs) pagando assim a taxa de entrega só uma vez.


Por curiosidade, visitei o Elo7 e percebi que esse fenômeno de revenda de material de costura e artesanato ainda não está popular, né? Parece que as brasileiras preferem comprar mais dos armarinhos em geral mesmo. Não seria essa uma chance de ganhar um dindin também, oferecendo tecidos pela internet, vender o corte a partir de meio metro, assim como outros itens para incentivar o artesanato e ganhar um dindin em cima. Aqui as alemãs voltam como sacoleiras dos EUA com tecidos assim como brasileiros voltam cheios de produtos do Paraguai para revender. É um negócio forte mesmo. Elas faturam muito. Se for possível registrar a loja com artigos de material no site de venda de artesanato, por que não? Fica a dica. 




Ainda pensei em comprar tecidos com cores já pré-determinadas. Já notaram que toda vez que se fala em Semana de Moda em SP, Rio, Paris ou sei lá onde, predominam cores da estação? Essa foi minha desculpa para economizar. Optei por preto, branco, cinza e rosa para brincar com cores, texturas e  estampas nesse conjunto de cores por uns meses. Depois eu troco. Eu sei que há moda, mas não quero seguí-la. Sei que hoje verde e laranja fluorescentes estão em todos os catálogos de lojas de roupas (pelo menos aqui) mas escolhi as minhas cores, ou não seria feito com o coração. Assim, a minha loja cria uma identidade, uma tendência própria e eu não gasto tanto fazendo dos itens da minha loja um arco-íris com tantas cores diferentes entre si. A Maria escreveu um post sobre cores super bacana essa semana  que tem tudo a ver com isso. Optei também por tecidos de estampas quadriculadas, pontilhadas, listradas, de corações, estrelas e assim por diante. O foco, a graça da bolsa, do estojinho será o botão, a sianinha, a fita de cetim, o lacinho. Afinal, ainda tenho que investir lá no anúncio no site que hospeda minha lojinha, pra aumentar visualizações e as tão desejadas vendas.

Refleti tudo isso sobre o investimento no nosso amor pelas costurices e artesanato porque meu cursinho de costura começa neste fim de semana (iuupi!). Espero lá poder melhorar meus pontinhos e volto semana que vem com os resultados. ♥




23 comentários :

  1. Em cada palavra sua eu sinto o seu cuidado e carinho com o seu projeto de vida. Você conhece www.panolatras.com.br - é um site brasileiro de venda de tecidos online. Você pode pedir a quantidade que deseja e, o que eu acho muito interessante, você pode criar o seu tecido exclusivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que super serviço esse do Panólatras, aqui na Alemanha não tem nada parecido para fazer a própria estampa ou eu não conheço.
      Achei super interessante. Ai, se estivesse no Brasil...

      Excluir
  2. Gostei da dica. No sábado fiz algumas comprinhas de tecido porque aproveitei uma viagem para o Rio onde tem muitas opções. Para quem mora no interior como eu vale a pena. Outra opção é realmente a internet.
    Tenha um bom dia. Bjs.

    Jussara
    caminhandonaarte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também faço assim, Jussara.
      Moro no interior também e quando vou pra uma cidade grande, aproveito pra comprar, economizar e ter mais variedade.

      Excluir
  3. Oi Priscila,
    Obrigada por estar aqui ;)

    É incrível, mas o 'pode' acontece.
    Compro materiais para scrap pela internet, vindo lá dos EUA.
    Pago em dólar (que não está nada em conta), pago frete, e AINDA fica mais barato do que aqui!!! Não dá para acreditar mesmo, sem contar que a variedade é imensa.

    Tem uma loja chamada JOANN que é enlouquecedora!!! Os preços são absurdamente inferiores, por isso o motivo das sacolas.
    Vendem de tudo.
    Sai daqui com uma listinha, na primeira vez que entrei na loja não comprei nada.
    A variedade é tão grande, que me perdi nas escolhas rs
    Na segunda fui com foco :)
    Comprei uma ferramenta para scrap que custou US$24 com taxa! Sabe quanto aqui? R$247,00!
    Fiquei tonta dentro da loja rs
    E os tecidos? Aviamentos?
    Aqui eles não entregam...uma pena!

    Por aqui, existem muitas lojas direcionadas para tecido com compra online, por isso não vejo no ELO7 ou em outras lojas também.
    Eu não compro em grande quantidade, prefiro comprar os 'fat quarters' para patchwork, pois a metragem é ótima para as caixinhas, e assim fico com mais variedade.

    Eu acabo comprando de todas as cores, pois como as peças são sob encomenda, surgem as mais diversas combinações! rs

    A Lugastal agora tem tecidos próprios e ela até explicou em um post esse processo, muito legal.Quem sabe um caminho também :)

    Adorei os botões, comprei uma ferramente para scrap que encapa com papéis e tecidos!

    Depois que a Caçula (a loja de aviamentos, e todos os materiais de artesanato que você imaginar) acabou em um incêndio recente, estou cada vez mais procurando na internet, mas concordo com você, nem tudo é possível!

    bjs,
    Adorei seu post!
    Seu negócio criativo só pode ser sucesso com tanto cuidado e capricho!

    Conte tudo sobre o curso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diferença é absurda mesmo. Compro coisas aqui com gosto porque no Brasil é muito caro. Da última vez, até levei pra minha mãe.
      Preciso dessa ferramenta também.
      Li sobre a Caçula, que triste.
      Obrigada, Maria!

      Excluir
    2. Compro um monte de coisas fora por esse mesmo motivo, mesmo pagando frete e por sorte nunca fui taxada, fica bem mais barato! Também gosto dos fat quarters, prefiro do que ter uma quantidade grande do mesmo tecido, assim varia bastante e não sai tão caro...

      Excluir
    3. Todos os meus produtos vêm dos fat quarters. Eles são maravilhosos.
      E na internet a variedade é incrível. Tô impressionada com a diferença.

      Excluir
  4. Parabéns, Pri!

    Seu cuidado e suas reflexões são muito válidas. Foco é algo difícil de manter quando se trata de artesanato. São muitas técnicas e muitas opções - além de muita vontade de fazer de tudo. Mas é importante se ater a um objetivo e uma linha de produtos para não confundir o cliente tbm! rs

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cynthia, dá vontade de fazer tudo mesmo.
      Eu fiquei perdida no início, agora estou me encontrando.
      Tentava tudo e quando não dava certo, ficava mal...
      Acho que é a primeira vez que enxerguei as coisas assim.
      Beijos!

      Excluir
  5. fiquei perdida no começo tbém, entre muitos erros e acerto fui encontrando meu caminho!
    beijinhos

    ResponderExcluir
  6. oh que lindo as variedades de tecidos,e botoes,amo botoes! gente fica querendo levar todos...rzrzrz e deve levar todos porque precisamos a qualquer momento,eu tambem tenho essa dificulde aqui onde moro,quando vou a goiania,que compro de tudo um pouquinho,compro por quilo.por que e mais em conta.ah!!!!!quando estou com sorte encontro retalhos com preços bons!!!!e e no quilo,vc ja comprou assim?bjus no coraçao!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já comprei sim. O interessante é que quando você coloca na máquina pra pesar a metragem bate certinho com o que a gente mede antes. Achei confiável esse método.

      Excluir
  7. Que post maravilhoso!!
    Eu confesso que ainda não me encontrei por inteiro nas minhas peças, por causa desta tal identidade... hehehe! Mas tô correndo atrás, procurando finalizar com botões tb, botões forrados.
    E no início comprei tanto tecido fofo (pela internet), que depois ficava com dó de usar. Pode isso tb? kkkkkkkkkkkk...
    Bjns

    P.S.: Pois é, sobre a minha gafe, me esqueci completamente onde estava e fazendo o que. Saiu sem querer, bem naquela parte da música... hahaha!! #semnoção
    ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passei numa loja da 25 de Março hj, e vi um monte de bastidores!!
      Me lembrei de vc :)

      Excluir
    2. Tá na minha lista de coisas pra fazer em SP quando for pro Brasil de novo, Cici! :)

      Excluir
  8. Olá!

    Trabalho com lembrancinhas em biscuit e outros artesanatos.Descobri seu blog quando pesquisava mais sobre negócios criativos! e estou adorando!!! anotei algumas dicas para me ajudar!
    Tenho uma loja virtual na Elo7, mas estou cancelando...não gostei das novidades que eles fizeram, como taxa de 12%... foram outras restrições.
    Vou pesquisar mais sobre outras lojas virtuais.

    Abraços e vou continuar te acompanhando!

    ResponderExcluir
  9. Vou dar uma olhada em lojas online de fora então, pra ver se vale a pena.
    Porque o que tenho percebido(não sei se tenho feito as pesquisas certas) é que em relação à tecido, vale mais a pena comprar em lojas físicas porque o metro custa o valor dos pedaços (fat quarters). As lojas onlines aqui do Brasil vendem os fat muito caros.
    Em contrapartida, problema da loja física é que não vejo uma variedade tããão grande. Os tecidos mais bonitos quando vou ver vieram de fora.

    Maria, ai, ainda choro a perda da Caçula... Tem uma casa, você deve conhecer, a São Januário na Buenos Aires, 228, aqui no Rio, tem cada tecido lindo. Acho estampas mais interessantes que na Caçula.
    Se não conhece, dê uma olhada lá depois.

    Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Excelentes dicas! Gostei da ideia de comprar tecidos combinados! Dá pra sentir o cuidado que você tem com suas peças!
    Tenha uma ótima semana!
    Rosa
    Le Paquet

    PS: Hoje em dia, as sacoleiras brasileiras também vão aos EUA! rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. Preciso virar uma dessas, Paula.
      Já ando bolando uma viagem pra Londres (mais perto) e tenho uma lista enorme de lojas pra visitar. :)

      Excluir
  11. Oi Priscila!
    Ótima semana criativa por aí :)
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Pri, acho que vc pensou mesmo certo. As cores tb determinam a personalidade do nosso trabalho e refletem a cara que queremos dar às nossas costuras.Sou muito a favor de deixar tudo com nosso jeito e não com o jeito que está na moda! Vamos fazer cada uma a NOSSA moda,que tal???

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Adoro suas reflexões...vc escreve como se estivéssemos conversando.
    Eu só uso fat quarters - adoro uma mistura de tecidos. Agora, mesmo estando no Brasil, tenho feito comprinhas na Amazon e na Etsy - vale pelo preço, vale pela originalidade.
    beijo,

    ResponderExcluir

Obrigada por costurar seu comentário aqui no bloguinho! ♥
Perguntas são respondidas no seu blog.